10 passos para ser um líder consciente

O que significa ser líder? Um líder na carreira, ou mesmo, das nossas próprias vidas? Cindy Cordova, do Chopra Center, desafia os líderes dos nossos dias a afastarem-se dos paradigmas de validação e punição das figuras de autoridade, que nos acompanham desde crianças, e a tornarem-se nos líderes responsáveis, de visão, verdadeiramente conscientes e que encaram e motivam a encarar o desconhecido como uma oportunidade e não como uma ameaça.

Aqui fica a sua visão para se tornar um líder consciente:

 

1. Crie a sua visão pessoal

Antes de criar uma visão para os outros, deve criar uma visão para si próprio. Crie mesmo uma declaração que responda às perguntas: Qual é a minha visão pessoal? Como pretendo ligar o meu coração, cabeça e mãos para tornar essa visão numa realidade?
Trata-se de definir o seu propósito de vida.

 

2. Vá até ao balcão

Numa sala de espetáculos, a perspetiva do balcão é diferente da perspetiva da plateia e do próprio palco. Esta perspetiva do balcão refere-se à capacidade de adotar uma visão periférica para que possa ver todos os ângulos de uma cena ou desafio. Em qualquer momento da vida diária pode optar por continuar no palco a dançar, ou fazer uma escolha consciente de ir até ao balcão e ver “the bigger picture”, para inspirar soluções mais criativas.

 

3. Fale com o coração

O líder que consegue falar com o coração, ou seja, que está verdadeiramente conetado com o que diz e faz, cria um efeito de ondulação em torno de uma visão comum que é transformador, gratificante e fortalecedor. Cindy Cordova recomenda a meditação para conseguir esta conexão e coerência na mensagem e na presença.

 

4. Cultive um ritual

O stress pode ser um companheiro de viagem dos líderes que vivem o seu potencial máximo. O líder consciente deve ser capaz de desenvolver e reduzir o stress criando certos rituais ou rotinas com as atividades que sabe que o ajudam nesse sentido: desde a meditação, mindfulness, ao yoga, exercício físico, dança, viajar, estar com os amigos ou a família, fotografia… Quanto melhor se cuida a si próprio, melhor pode cuidar dos outros.

 

5. Escute

Saber ouvir é uma arte. Pratique a escuta ativa e atenta, que dá espaço aos outros para se sentirem sinceramente compreendidos e confortáveis para a partilha. Isto só se consegue quando está realmente presente e genuinamente em sintonia com o outro.

 

6. Peça feedback

Encare o feedback como uma dádiva para a aprendizagem e crescimento contínuo. Todas as pessoas têm “pontos cegos” e estes podem ser colmatados com a opinião dos outros sobre a forma como as suas decisões e ações afetam a sua equipa. Solte as suas resistências para receber feedback.

 

7. Comprometa-se com o desenvolvimento dos outros

Envolva-se no desenvolvimento pessoal e profissional de quem o rodeia. Acredite no potencial que têm e ofereça conselhos e recursos, ao mesmo tempo que os deixa tomar as rédeas do seu próprio caminho. E lembre-se que esse compromisso para o desenvolvimento deve começar consigo.

 

8. Sinta gratidão

Pratique a gratidão a cada dia para honrar o seu caminho e tudo o que alcançou até hoje. Dedique uns momentos, todos os dias, para honrar tudo aquilo que tem, que conseguiu e tudo aquilo que a vida já fez por si.

 

9. Crie um “santuário”

Todos os líderes precisam de um sítio onde podem cultivar o silêncio, abraçar a criatividade e re-energizar. Para uns pode ser andar descalço na relva, para outros molhar os pés no mar, ou estar no seu sítio preferido.
Reserve um tempo na sua agenda para ir ao seu “santuário”, pelo menos uma vez por mês.

 

10. Alegre-se!

Divirta-se e desfrute de cada dia como uma dádiva. Viva com a mente curiosa, o coração aberto e um sorriso que alimenta cada passo que dá para se tornar o líder consciente que existe dentro de si.

 
 
 
Fonte: Chopra Center
Fotografia: Flickr, Sam Churchill